Umidade relativa do ar.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Botão em Curso Umidade relativa do ar.

Mensagem por Ricardo Ronsini em Sex 24 Jun 2016, 21:17

Boa noite pessoal.

Estou com uma dúvida referente a umidade relativa do ar durante o período reprodutivo, especialmente durante a incubação, onde moro há poucas áreas verdes, por consequência a umidade relativa do ar é baixa, (na média dos 50%) então durante a incubação tenho sempre que fornecer banheiras aos casais e se o tempo estiver mais seco que o normal, costumo borrifar um pouco de água sobre os ovos 1 ou 2 dias antes de eclodirem, pois se não os fizer é quase certo que os filhotes morrerão tentando eclodir, colados na membrana interna do ovo, por conta da desidratação.

Tenho visto muitos sites e fontes que indicam valores baixos (na minha opinião) de umidade relativa do ar ideal para a incubação, então gostaria da opinião dos amigos sobre o tema, se fazem o controle da umidade e se também têm ou já tiveram problemas com as taxas de eclosão por conta da mesma?

Agradeço dês de já.
avatar
Ricardo Ronsini
MODERADOR
MODERADOR


Masculino BRASIL
Mensagens : 404
Pontos : 502
Idade : 24
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por CRIADOURO GOUVEIA em Sab 25 Jun 2016, 08:54

RICARDO NUNCA CHEGUEI A ESSE PONTO DE CONTROLAR A UMIDADE , MAS QUANDO TENHO AVES EM CHOCO COSTUMA DEIXAR O BANHO DISPONIVEIS PARA A FEMEA , INDEPENDENTE DA UMIDADE , PRINCIPALMENTE QUANDO O CLIMA ESTÁ MUITO SECO ...


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
CRIADOURO GOUVEIA
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1004
Pontos : 1183
Idade : 39
CLUBE : CCCC / RCSP
CIDADE/CITY : SÃO PAULO
ESTADO/PROVÍNCIA : SÃO PAULO

Ver perfil do usuário http://www.criadourogouveia.no.comunidades.net/ https://www.facebook.com/criadourogouveia.sandro SANDROGOU@HOTMAIL.COM sandrocriadourogouveia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Melkor em Sab 25 Jun 2016, 11:08

Bom dia amigos.

Ricardo ano passado perdi alguns filhotes formados no ovo, justamente por não conseguirem eclodir.
Após isso comecei a borrifar agua nos casais no 10 dia de choco e disponibilizei uma esponja úmida no fundo da gaiola, com isso os problemas foram resolvidos.
Não me recordo direito, mas parece que a umidade ideal gira em 70%.
Aqui este ano vou usar um umidificador caso a umidade esteja muito baixa, vamos ver os resultados.

Thiago
avatar
Melkor
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 29
Pontos : 48
Idade : 36
CLUBE : KE779
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Ricardo Ronsini em Sab 25 Jun 2016, 16:19

Agradeço as respostas Sandro e Thiago, a dúvida surgiu quando obtive de algumas fontes que a taxa ideal de umidade giraria em torno dos 30, 50%, o que pra mim não condiz com a realidade.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
Ricardo Ronsini
MODERADOR
MODERADOR


Masculino BRASIL
Mensagens : 404
Pontos : 502
Idade : 24
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Umidade relativa do ar

Mensagem por DAVI COUTINHO em Sab 25 Jun 2016, 19:29

Boa noite amigos do Universo dos Canários!

A umidade ideal para canários de criação doméstica é muito relativa, porque sempre tem os dois lados da moeda; O ar mais seco tem a vantagem de facilitar a manutenção da sanidade no criadouro, impedindo a proliferação de fungos e leveduras, que são extremamente prejudiciais à saúde dos canários, enquanto a alta umidade proporciona ambiente ideal para a proliferação de fungos, leveduras e até bactérias, pois algumas delas, em ambiente úmido tem maior tempo de vida fora do hospedeiro e maior capacidade de transmissão, tanto através de dejetos excretados pelos pássaros, quanto da contaminação dos alimentos.

Quanto a eclosão dos ovos, nem sempre o problema é da falta de umidade, pois o suor da fêmea, pela febre do choco, é o mecanismo usado pela natureza dos pássaros para prover umidade para os ovos enquanto chocam. Colocar banheira para as fêmeas tomarem banho e até borrifar água morna sobre os ovos realmente aumenta a umidade, mas as fêmeas saudáveis tem seu próprio mecanismo natural para esse fim, por isto as canárias ficam com a barriga levemente inchada e poucas penas, quando estão prontas para a procriação, além de ter aumento da temperatura corporal. Também é bom aumentar a quantidade de carboidratos na alimentação, para compensar o gasto calórico neste período.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
DAVI COUTINHO
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1181
Pontos : 1380
Idade : 63
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Ricardo Ronsini em Dom 26 Jun 2016, 18:23

Olá Sr. Davi.

Concordo com o fato de que a alta umidade resultaria em uma maior facilidade para a proliferação de patógenos, especialmente fungos, que na sua maioria necessitam de alta umidade e calor para se desenvolver e reproduzir. Mas discordo com a existência de um suor nas fêmeas, até porque as aves são incapazes de transpirar, (como nós mamíferos fazemos) pois as mesmas não possuem glândulas sudoríparas. O que, na minha opinião, poderia estar ocorrendo, seria a condensação da própria umidade atmosférica sob a fêmea enquanto ela incuba os ovos, por conta das diferenças de temperatura ambiental.

É verdade que a mortalidade embrionária possuí várias causas, mas estou certo de que o meu problema seria justamente a umidade insuficiente durante a incubação, visto que os embriões morrem nos últimos estágios de desenvolvimento, lutando para quebrar a casca, colados na membrana interna, e quando alguns conseguem nascer, muitos estão desidratados, o que é possível se notar pela pele ressecada e enrugada dos filhotes, sendo que se eu não fornecer banheira e não borrifar água sobre os ovos, é certo que toda a ninhada será perdida.

Com os canários não tenho tido muitos problemas, visto que eles tem o hábito de tomar banho diariamente e permitem que eu manuseie os ninhos durante a incubação. Já com os mandarins o caso é mais complicado, a maioria se banha com pouca frequência e muitos se estressam a ponto de abandonar o ninho se eu me atrever a mexer no mesmo para borrifar água sobre os ovos, então a taxa de mortalidade por vezes é alta, em torno dos 50%, a solução que têm me ajudado é justamente o uso do umidificador, com ele consigo manter uma umidade em torno dos 70% e embora esteja com poucos casais criando no momento, já pude perceber uma queda significativa da mortalidade embrionária.
avatar
Ricardo Ronsini
MODERADOR
MODERADOR


Masculino BRASIL
Mensagens : 404
Pontos : 502
Idade : 24
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Umidade relativa do ar

Mensagem por DAVI COUTINHO em Seg 27 Jun 2016, 19:43

Boa noite Ricardo e amigos do Universo dos Canários!

Caro Ricardo, o que eu disse sobre suor da fêmea não significa que ela tenha glândulas sudoríparas, o que ocorre é exatamente o que você disse, devido a temperatura corporal mais alta da fêmea há a condensação da umidade ambiente sob ela, enquanto encuba seus ovos. Sei que os pássaros não possuem glândulas produtoras de suor como os humanos, apesar de serem vertebrados se sangue quente, diferente dos lagartos e serpentes que dependem de calor extra corporal para se manterem aquecidos e ativos.   

Nas aves e pássaros a temperatura corporal é regulada por um sistema de termorregulação por homeostasia, isto é, manutenção do equilíbrio da temperatura interna estável, apesar das alterações exteriores. Por isto os pássaros necessitam de alimentação mais calórica (gorduras e carboidratos) nos lugares ou períodos onde as temperaturas são mais frias. E ao iniciar a temporada de cria é ideal que as fêmeas estejam com mais reserva de gordura corporal.

Mas gostaria de aproveitar o momento para levantar aqui uma questão que talvez você poderia nos elucidar: É certo que os pássaros e aves perdem água principalmente através da respiração como os humanos e outros animais; Mas se a pele dos pássaros é completamente selada em relação ao meio externo, isto é, não perde nem absorve líquidos através da pele, então quando aplicamos medicamentos como o Ivomec Pour on pingando na pele para ser absorvido, este medicamento nunca chegaria à corrente sanguínea do pássaro...


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
DAVI COUTINHO
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1181
Pontos : 1380
Idade : 63
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Diego_ em Seg 27 Jun 2016, 21:17

Mais um texto auxiliar sobre a temperatura corporal das aves:

As aves são animais homeotérmicos capazes de regular a temperatura do corpo independente da temperatura do ambiente, graças a um centro termorregulador localizado no sistema nervoso central. Esses animais conseguem manter a temperatura entre 40° e 42°C.
A produção de calor pelo organismo das aves está relacionada à capacidade de oxidação dos alimentos, que depende de uma boa oxigenação dos tecidos. Essa oxigenação dos tecidos é possível graças à ventilação do sistema respiratório e graças ao coração, provido de quatro câmaras.
Outro fator que interfere na manutenção da temperatura do corpo das aves é a presença de gordura subcutânea e de uma camada de penas. Essa camada de penas auxilia muito no controle da temperatura, pois quando a temperatura está baixa, as penas arrepiam, aumentando a camada de ar retida entre elas, promovendo o isolamento térmico. Ao mesmo tempo em que isso ocorre, também há uma maior oxidação dos alimentos, para produzir mais calor, o que consequentemente gasta mais energia.
Nos pés das aves há um mecanismo de contracorrente sanguínea que impede que elas percam calor por essas estruturas. Nesse mecanismo, os vasos sanguíneos que levam sangue em direção aos pés são envolvidos por outros vasos que conduzem sangue em sentido contrário, ou seja, em direção ao corpo, sendo que esse sangue absorve o calor e o traz de volta para o corpo, impedindo que haja perda de calor.
Quando as aves estão expostas a temperaturas muito altas, elas mantêm as penas bem próximas ao corpo, a fim de diminuir a camada isolante de ar. Dessa forma, o sangue é enviado em maior quantidade para a pele e a respiração do animal se torna mais acelerada. O ar presente nos sacos aéreos absorve o calor proveniente do corpo e o elimina no processo de expiração.
Fonte: mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/temperatura-das-aves
avatar
Diego_
Membro do Fórum
Membro do Fórum


Masculino BRASIL
Mensagens : 168
Pontos : 209
Idade : 32
CIDADE/CITY : Colombo
ESTADO/PROVÍNCIA : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Diego_ em Seg 27 Jun 2016, 21:57

Davi, sei que fizeste a pergunta pra outra pessoa, mas eu tenho uma teoria:

O Ivomec Pour on é composto por base à ivermectina com propilenoglicol e glicerol, sabemos que o corpo da ave é seca e rica em queratina e quando o  ivomec entra em contato com a queratina  esta substância é solubilizada e aí então acontece a absorção deste; friso, é um "achômetro"  kkkkkk.

Abraço!
avatar
Diego_
Membro do Fórum
Membro do Fórum


Masculino BRASIL
Mensagens : 168
Pontos : 209
Idade : 32
CIDADE/CITY : Colombo
ESTADO/PROVÍNCIA : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Umidade relativa do ar

Mensagem por DAVI COUTINHO em Seg 27 Jun 2016, 23:36

Boa noite amigos do Universo dos Canários!

É pessoal, vamos adiante que o negócio está ficando bom. Tudo bem Diego, todos temos achômetro rsrs, mas este aspecto da temperatura dos pés, com fluxo e contra fluxo de sangue, que você mencionou é um sistema extremamente sofisticado que as aves e pássaros desenvolveram para proteger uma parte sem penas do seu corpo, e demonstra a complexidade destes pequenos pássaros que criamos e nem sempre conhecemos o suficiente.

Quanto a umidade relativa do ar ideal para a procriação, tenho observado que cada ave dispõe de mecanismos compensatórios para nidificar e se reproduzir no seu habitat; porque a umidade varia muito de um ecossistema para outro e em todos eles vemos aves vivendo e procriando, desde os climas úmidos das florestas tropicais até as regiões semiáridas como o serrado brasileiro, onde a umidade do ar é muito baixa.

O Serinus Canarius, como sabemos e originário das Ilhas Canárias, região localizada na costa oeste do continente africano, um pouco acima do trópico de cancer, num local onde o clima, apesar de severo em algumas estações do ano, foi propício a sua proliferação; mas sua criação doméstica espalhou-se por praticamente todo o mundo e este pequeno fringilídeo mostrou grande capacidade de adaptação para se reproduzir em todas estas regiões para onde foi levado.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
DAVI COUTINHO
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1181
Pontos : 1380
Idade : 63
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Ricardo Ronsini em Ter 28 Jun 2016, 20:13

Olá pessoal.

Sr. Davi, sobre a sua dúvida, o nosso amigo Diego deu uma boa explicação de como um dos componentes do Ivomec puor-on funciona sobre a camada protetora de queratina que recobre a pele das aves. Além disso, apesar destes animais não possuírem glândulas sudoríparas, a pele não é completamente selada, inclusive sendo a epiderme (camada externa) de uma forma geral, menos queratinizada que na maioria dos mamíferos. Havendo também absorção e evaporação de líquidos, (apesar de não suarem) seja pelas lacunas intracelulares (via transcelular), ou através das próprias células (via intercelular) por exemplo.
avatar
Ricardo Ronsini
MODERADOR
MODERADOR


Masculino BRASIL
Mensagens : 404
Pontos : 502
Idade : 24
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Umidade relativa do ar.

Mensagem por Ricardo Ronsini em Ter 05 Jul 2016, 18:57

Uma correção, eu me confundi e inverti as vias de transporte, quando o mesmo ocorre através das células pode ser denominado como transcelular, e quando ocorre através das lacunas entre as células pode ser denominado como intercelular. 

Só para não transmitir informações errôneas  Smile
avatar
Ricardo Ronsini
MODERADOR
MODERADOR


Masculino BRASIL
Mensagens : 404
Pontos : 502
Idade : 24
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum