FERTILIDADE DOS REPRODUTORES / NASCIMENTO:

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Botão em Curso FERTILIDADE DOS REPRODUTORES / NASCIMENTO:

Mensagem por UNIVERSO DOS CANÁRIOS em Dom 07 Jul 2013, 08:47

Mais uma época de cria se inicia, e os dissabores vão surgindo na medida em que esperamos os filhotes, sadios dos casais que gostaríamos criar.


Mas nem sempre o que desejamos acontece, então resolvemos listar uma série de problemas mais corriqueira, lembrando sempre que é melhor prevenir do que remediar; consulte um médico veterinário para orientá-lo melhor sobre as doenças que pode existir, ou melhor, aquelas que não queremos ver.

Uma boa higienização ajuda na maioria dos problemas existentes durante a criação.

Durante o período que acontece a criação dos problemas existentes durante a criação desenvolvimento sexual pela mudança da hora-luz do dia, o metabolismo completo das aves é alterado para prover os nutrientes necessários para a formação de óvulos e espermas. Condições de luminosidade insuficiente podem afetar a fertilidade. Temperaturas extremas também afetam a fertilidade, e de forma indireta ao condicionar o consumo alimentar e reproduzir a freqüência de gala.



FERTILIDADE DAS REPRODUTORAS / NASCIMENTO:



A preocupação é sempre o número de filhotes viáveis a partir dos ovos que as fêmeas colocam para chocar. Isso pode significar o êxito e o fracasso de nosso trabalho anual. Esse processo biológico da reprodução é complexo que pode ser afetado por uma fertilidade temporária ou por uma alimentação inadequada ocorrida há três meses.

Essas duvidas fizeram com que elaborássemos um rol de problemas mais comuns durante a criação.






PROBLEMAS, CAUSAS e ATITUDES A TOMAR.

1) Ovos claros (inférteis)

a) Macho não esta pronto

- Deixar o macho sozinho até cantar forte e solto.

 
b) Má nutrição do macho

 - Nutrir os machos separados das fêmeas, e usar uma dose de vitaminas E.
 
c) Problemas de briga com fêmea no acasalamento

 - Colocar lado a lado para namoro, antes do acasalamento.
 
d) Macho não esta pronto ainda

 - Revisar o local onde abrigou o macho; deve ser claro por no mínimo 12 horas.

e) Macho muito velho

- Trocar os mais velhos por novos.

 
f) Macho estéril

- Trocar o macho.

 
g) Tempo de guarda dos ovos antes de por para chocar


- Não armazenar ovos por mais de 5 dias.

- Observar a umidade e a temperatura relativa de 70%.

   

2) Anéis de sangue que indicam morte embrionária.


a) Temperatura muito alta ou muito baixa


- Verificar a temperatura ambiente, controlando-a.

 
b) Procedimento de má desinfecção


- Estar borrifando água para desinfecção sobre fêmea e ovos nos 6 primeiros dias é proibido.


3) Muitos mortos na casca


a) Ovos armazenados por muito tempo


- Năo guarda-los por mais de 5 dias.

 
b) Temperatura muito alta ou muito baixa

 - Verificar temperatura ambiente, controlando-a
 
c) Ovos năo virados


- Verificar se a fêmea sai e volta ao ninho, fazendo movimento de virar os ovos.

 
d) Nutrição deficiente nas reprodutoras quando a morte ocorre entre 8 a 10 dias de choco.


- Especial atenção no estado nutricional das aves em geral, revisando nutrição e alimentação 15 dias antes do acasalamento, como corretivo usar complexos vitamínicos e aminoácidos.

 
e) Ventilação deficiente


- Aumentar a ventilação do local de criação diminuir o número de casais.

 
f) Plurosis ou outras doenças infecciosas


- Revisar a forma de higiene e desinfecção dos pássaros e locais de criação.


4) Nascimento prematuro ou tardio


a) Temperatura muito alta


- Evite a mudança brusca de temperatura se necessário, usar termostato para controle de temperatura.


5) Filhotes mal formados


a) Ovos mal chocados, fêmeas deixam esfriar muito os ovos.


- matenha alimentação farta e de boa qualidade a disposição das fêmeas em choco, tratar primeiro as que estão chocando.


6) Filhotes com perna aberta


a) Defeito causado por ninhos muito liso

 - Trocar por ninhos mais rústicos

7) Filhotes debilitados/pequenos/ofegantes nascimento demorado


a) Muitos filhotes para uma fêmea tratar


- Manter de 3 a 4 filhotes por ninho do mesmo tamanho.

 
b) Umidade baixa no período de encubação


- Manter a umidade ao redor de 70%.

 
c) problemas tóxicos


- Rever toxinas ingeridas ou usadas no ambiente.

 
d) Demasiada umidade no ninho ou enfermidade infecciosa


- Enviar filhotes para laboratório.


8)Tamanho desigual dos filhotes ao nascer


a) Fêmea mal nutridas


- Rever plano de nutrição, usar complexo vitamínico e aminoácidos.


9) Baixa eclosão e má formação do bico e do esqueleto


a) Deficiência de vitaminas e ácido fólico


- Revisar o índice de ácido fólico na alimentação.


10) Nascimento desigual e mal formação do esqueleto embrionário


a) Deficiência de vitamina H e do complexo B


- Revisar o conteúdo da vitamina H e do complexo B na dieta.


11) Nascimento distanciado e morte embrionária na 2 semana


a) Deficiência de vitamina D


- Revisar o conteúdo da vitamina D na dieta.


12) Nascimento defeituoso e morte embrionária nos últimos dias


a) Deficiência de vitamina B12


- Revisar o conteúdo da vitamina B12 na dieta.


13) Nascimento deficiente


a) Relação de ácido pantatênico


- Revisar o conteúdo do ácido Pantatênico da dieta.


14) Ovos que quebram e cheiram mal


a) Contaminação dos ovos, fêmeas doentes.


- Ovos de fêmeas limpas prevêem a contaminação.


15) Nascimento precoce dos filhotes


a)Temperatura muito alta no início do choco até sétimo dia e umidade muito alta


- Reveja as condições do local.


16) Nascimento tardio dos filhotes


a) Baixa umidade e temperatura muito alta, variação de temperatura no local do choco.


- Reveja as condições do local.


17) Mal posição do embrião


a) Alimentação inadequada


- Revisar dieta dos adultos.


18) Filhotes demasiadamente pequenos


a) Ovos pequenos problemas de nutrição


- Revisar dieta dos adultos.


19) Filhotes demasiadamente grandes


a) Ovos grandes, problemas de nutrição.


- Revisar dieta dos adultos.


20) Filhotes desidratados


a) Baixa umidade do ambiente


- Revisar umidade do local.


21) Filhotes que não pedem comida


a) Dieta de reprodutores, mudança de temperatura brusca e/ou ventilação.


- Revisar dieta dos adultos e condições do ambiente.

22) Filhotes defeituosos

a) Deficiência na nutrição dos reprodutores

- Revisar dieta dos adultos e melhorar a parte nutricional.

23) Dedos torcidos

a) Deficiência na nutrição dos reprodutores

- Revisar dieta dos adultos e melhorar a parte nutricional dos adultos.
avatar
UNIVERSO DOS CANÁRIOS
FUNDADOR
FUNDADOR


Masculino BRASIL
Mensagens : 147
Pontos : 360
Idade : 4
CLUBE : FOB
CIDADE/CITY : BRASIL
ESTADO/PROVÍNCIA : BRASIL

Ver perfil do usuário http://www.universodoscanarios.forumeiros.com https://www.facebook.com/universodoscanarios1 https://twitter.com/UDOSCANARIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: FERTILIDADE DOS REPRODUTORES / NASCIMENTO:

Mensagem por MARTÍN em Qui 17 Jul 2014, 22:42

up.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
MARTÍN
Administrador
Administrador


Masculino BRASIL
Mensagens : 3171
Pontos : 4774
Idade : 39
CLUBE : KC 286 - SORB
CIDADE/CITY : S. J. do Rio Preto
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário https://universodoscanario.wixsite.com/criadourouniverso/inicio https://www.facebook.com/criadouro.universo https://twitter.com/udoscanarios https://pinterest.com/universocanario/ fabio-martin@hotmail.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum